Publicado em 1 comentário

Notebook, Qual a melhor marca

Qual a melhor marca de notebook?

Qual a melhor marca de notebook é uma pergunta que todo profissional de informática já ouviu um dia na vida, seja de um cliente, amigo ou parente. A dúvida ocorre normalmente em momentos de descontração, como churrascos de família, naquele happy hour ou ainda na pelada com os amigos.

Este post veio para esclarecer de vez qual a melhor marca não só de notebook mas também de quaisquer equipamentos que você queira comprar e deixar os momentos de descontração para o que eles foram feitos, descontrair.

Pode não parecer, mas a pergunta é tão genérica quanto se perguntar qual o melhor vinho, ou qual o melhor carro e a resposta será a mesma e tão genérica quanto. Depende.

Depende de que?

Qualquer item que se for adquirir existem diversas variedades de marcas, cores, desempenhos, e preços, literalmente para todos os gostos e bolsos e por este motivo a resposta é genérica.

Mas sendo mais específico, se você não tem a mínima ideia de que equipamento adquirir, saiba que a marca é o que menos você deve se preocupar pois existem outros fatores mais relevantes para a decisão de compra.

Não adianta eu recomendar que você compre o computador de última geração da Apple se o que você precisa é simplesmente digitar o seu TCC no word e pra completar está sem dinheiro até para ir presencialmente à faculdade.

Da mesma forma, não adianta recomendar um equipamento de baixo custo se a sua intenção é reinderização de gráficos em 3D ou edição de vídeos.

Diferente de desktops, onde quase tudo pode ser alterado após comprado, em se tratando de notebooks a maioria das características são inalteráveis e devem ser escolhidas com carinho antes da compra.

Não existem computadores ruins hoje em dia no mercado, o que existem é computadores inadequados para o uso que você vai fazer e portanto é preciso uma consultoria de qual equipamento adquirir.

Softwares (programas)

Em primeiro lugar, pense nos programas que você pretende usar. Eles funcionam em qualquer computador ou somente no windows?

Pode não parecer, essa é a mais relevante das perguntas. Se você precisa usar o computador para usar um programa que não funciona em MAC OS, então você nem deve considerar computadores Apple. Sim, eu sei que hoje em dia é possível instalar o Microsoft Windows em computadores da Apple, porém não faz muito sentido optar por esta marca e pagar muito mais caro e depois ter que converter o computador para outro sistema mesmo considerando a extrema qualidade do equipamento.

Notebook Windows ou Mac

Claro que existem questões estéticas e de status que podem fazer você optar mesmo assim por esta marca, mas realmente não recomendo.

Já se seu trabalho é justamente reinderização de vídeos, photoshop e outras coisas ligadas à esta área, computadores Apple são reconhecidos por sua qualidade e desempenho superior em gráficos, neste caso também é recomendado e você pode ver alguns modelos como o MacBook Air Apple M1 que parte em 2021 de R$ 9670,00 até o MacBook PRO 16″ com processador I9 que custa em 2021 R$34200,00

Alternativas

Se seus programas não exigem necessariamente equipamentos Apple, e seu bolso não está tão preparado assim para desembolsar os valores exigidos pela maçã eletrônica, então você pode – e deve na minha opinião – optar por opções com um melhor custo/benefício.

Nesse caso temos inúmeros fabricantes no mercado que utilizam plataformas não só mais baratas como também compatíveis entre sí, desde equipamentos de marcas como DELL, HP, Lenovo, como também Positivo, Philco e outras Vaio e outras tantas mais.

Independente da marca, preciso ter em mente sempre o uso que se fará do equipamento. Se sua intenção é jogar ou programas e imagem 3D, desenho técnico como SolidWorks ou até reinderização de vídeos, então procure sempre por notebooks que tenham placa de vídeo dedicada, este realmente é um pré requisito para este tipo de aplicação e se tratando de notebooks não é possível acrescentar este recurso posteriormente. Se você não se atentar a isso, certamente ficará insatisfeito e terá literalmente jogado dinheiro fora.

Este também é um dos ítens que encarecem os notebooks e por este motivo muitas pessoas inadivertidamente acabam comprando “o mais barato” e se arrependem depois.

Tamanho da tela do notebook

Outro fator importante a se considerar na hora de comprar um notebook é o tamanho da tela. Isso pois a tela faz parte daqueles ítens que não se pode alterar o tamanho e o tipo de dela após comprado.

Existem notebooks com telas de 10″ como os Chromebooks que ainda são novos no mercado e não são recomendados para quem faz uso apenas de aplicativos que rodam diretamente no navegador, como youtube e ferramentas de produtividade da google.

Existem também notebooks com telas de 14, 15 e 16 polegadas, telas de LED e Retina. A escolha da tela é muito pessoal e precisa considerar não só a aplicação para qual o notebook será usado mas também a preferência de conforto que que o utilizará.

Processador ou CPU do notebook

Este é aquele componente que sempre é divulgado para o consumidor mas a maioria não sabe exatamente do que se trata e nem a diferença entre eles. Então saiba que ele é sim de grande importância para a o bom desempenho do notebook porém ele sozinho não determina se o notebook será rápido mas pode determinar se o notebook será muito lento, afinal ele é quem faz praticamente todo o trabalho nos computadores, inclusive das imagens se o notebook não possuir vídeo dedicado.

Em notebooks este ítem também precisa ser decidido antes da compra, a maioria dos notebooks atuais vem com o processador soldado diretamente na placa mão, o que impede que este seja substituído por um superior sem a necessidade de trocar o equipamento todo.

Notebook intel ou AMD

Quanto a marca do processador, com raras exceções de aplicações profissionais e compatibilidade de software, qualquer uma das líderes de mercado Intel e AMD tem qualidades similares.

Quanto aos modelos, você precisa escolher a quem melhor custo benefício para a sua aplicação, assim como as marcas de carros, os fabricantes de processador possuem produtos mais caros, que são top de linha e proporcionam uma melhor experiência, produtos intermediários que abrangem o público em geral e produtos de entrada que na maioria das vezes fazer o proprietário passar raiva.

Memória e Armazenamento de massa para computadores

Não, o título não está sendo redundante. Memória se refere à memória RAM do notebook, ele é uma memória temporária que se apaga sempre que o computador é desligado e tem a função de armazenar os programas e arquivos que estão sendo utilizado, já o armazenamento é também um tipo de memória porém é uma memória porém ela mantém seu conteúdo mesmo quando o computador é desligado.

A memória RAM está em 2021 na geração DDR4 e é utilizada por quase todas as marcas de computadores. este é o tipo de componente que quanto mais melhor, porém como costuma ser um componente caro é preciso considerar a capacidade do seu bolso. Para o anos 2021, quando este artigo está sendo escrito, a quantidade mínima a se considerar para um notebook é de 8GB e verificar sempre se o modelo aceita que esta quantidade seja expandida pois certamente em 2 ou 3 anos esses 8GB de memória já estarão obsoletos. Alguns dos modelos de notebooks mais baratos não permitem a expansão de memória ram.

Já o armazenamento de massa, tem um importante papel no desempenho com computador, uma vez que é nele onde ficam armazenados todos os programas e arquivos do usuário, além do Sistema operacional (windows, MacOs, ChromeOS, Linux, etc.) e é utilizado como memória virtual sempre que a memória RAM não é suficiente para a aplicação que está sendo utilizada.

Existem 2 tipos de armazenamento utilizados em 2021 nos notebooks, os HDs e os SSDs. Os Hds são equipamentos mais antigos e lentos porém possui um custo por Gigabyte inferior aos SSDs. SSDs por sua vez são mais leves, rápidos e consomem menos energia pelo fato de não possuírem peças móveis.

SSDs são tão mais rápidos que HDs que a simples troca de um pelo outro pode fazer com que computadores antigos, de até 10 ou 15 anos de uso retornem à vida e possam ser utilizados por mais alguns anos, parece até milagre, mas é apenas a evolução da tecnologia. Vale a pena você consultar um técnico de sua confiança para saber ser a troca do seu atual HD por um SSD não seria mais viável do que a compra de um notebook novo.

SSDs ou HDs são equipamentos que, apesar de fazer toda a diferença no desempenho de um notebook, podem ser substituídos por um de maior capacidade ou velocidade. De qualquer forma, em 2021 a recomendação é que você opte por um equipamento de no mínimo 128GB mas pode ser necessário expandir de acordo com a quantidade de arquivos que você possui.

Qual Marca escolher

Agora que você já sabe tudo que considerar na hora de comprar o seu novo notebook chegou a hora de escolher a marca.

Existem basicamente um itens que diferencia uma marca da outra, a política de pós-venda e garantia da marca.

Tão importante quanto os componentes que vem dentro do seu notebook, é o suporte que a marca lhe oferece em caso de problemas, e acredite, todas tem problemas.

Como qualquer ítem de conforto e comodidade que é adicionado, a qualidade do pós-venda da marca impacta diretamente em seu preço final pois é muito caro manter a estrutura de suporte ao usuário e peças de reposição em estoque. Lembre-se que cada peça em estoque para pós-venda é uma peça a menos que foi vendida e ficou armazenada ocupando espaço, utilizando o capital da empresa e que muitas vezes ficará obsoleto sem ter sido utilizado.

Considero que o Pós-vendas da Dell e da Apple seja os melhores hoje em dia pois são voltados a um público mais exigente e que está disposto a pagar mais caro por um melhor atendimento. No caso da Dell, você pode até contratar um suporte a domicílio caso queira.

Conclusão

Diante do exposto, cabe a você decidir em abrir mão de um pós-venda mais efetivo em prol de um equipamento mais barato, ou não. No final das contas, todos c componentes dos notebooks são fabricados na china em plantas fabris que muitas vezes compartilhadas entre fabricantes voltados a públicos premium e iniciantes. Como técnico já ví o mesmo modelo de notebook com marca Positivo e Lenovo, portanto tanto faz a marca, o que realmente importa é escolher os componentes certos o fabricante com o pós-vendas que mais lhe agrada.

Voltar

Um comentário sobre “Notebook, Qual a melhor marca

  1. […] escrevemos um artigo que você pode conferir aqui algumas dicas de itens que você precisa levar em consideração para não errar na nora e comprar […]

Deixe um comentário